A versatilidade da aroeira

O uso de plantas com a finalidade medicinal é bastante comum no Brasil e esta prática é passada de

geração em geração. A aroeira, por exemplo, é uma das plantas que vêm sendo mais amplamente estudadas pela indústria farmacêutica para auxiliar no desenvolvimento de medicamentos a partir de substâncias extraídas desta espécie.

A casca, a raiz e as folhas são utilizadas em chás e infusões, contendo inúmeras indicações medicinais, sendo bastante utilizadas no tratamento de afecções respiratórias, febres, hemorragias, problemas de hipertensão, tumores, micoses, candidíase, afecções da pele, entre outras.


Entre os inúmeros medicamentos que estão sendo desenvolvidos em alguns laboratórios, existem diversos anti-inflamatórios e até mesmo um cicatrizante natural para uso ginecológico que utiliza o tanino como princípio ativo.


As folhas e os frutos da aroeira são as partes mais utilizadas para a produção de óleos essenciais e de extratos. Seus óleos essenciais possuem cheiro bastante agradável e são muito utilizados em fitoterapia, aromaterapia e também na formulação de perfumes.


A aroeira também tem sido amplamente utilizada na culinária internacional, sendo bastante procurada por empresas de condimentos. A pequena semente produzida pela aroeira é também conhecida na culinária europeia como pimenta-rosa, possuindo sabor levemente suave e apimentado, sendo utilizada em inúmeras preparações na forma de grãos.


No uso ritualístico, são excelentes para banhos, benzimentos, bate-folhas, sacudimentos, descarrego e limpezas pesadas.


Venha aprender mais...

(21) 99959-2059

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo